Ata da 16ª Sessão Ordinária

Ata da 16ª Sessão Ordinária

Ata da 16ª (décima sexta) Sessão Ordinária, realizada aos 03 (três) dias do mês de novembro de 2017 (dois mil e dezessete), com início às 19:00hrs (dezenove) horas, no prédio da Câmara Municipal de Frecheirinha/CE, no segundo período Legislativo do primeiro ano da Legislatura de 2017 a 2020 (dois mil e dezessete a dois mil e vinte), estando presentes os Vereadores: Adriano Aguiar Lima – Presidente,  Francilúcio Albuquerque Aguiar – Vice-Presidente, Manoel Aurélio Alves da Rocha – 1° Secretário,  Manuel Pinto de Sousa– 2° Secretário,  Erasmo Teixeira Moita, Maria do Livramento Cunha Silva, Francisco Mesquita Portela, Maike Bispo Pontes e Luis Gonzaga Lima. Após a chamada dos Vereadores, o Presidente do Poder Legislativo e dos trabalhos da Sessão Adriano Aguiar Lima, verificando haver quórum legal e regimental, em nome de Deus abriu os trabalhos da Sessão. Ato contínuo, o Presidente fez a Leitura da Pauta da Sessão, concluída a leitura pediu ao Primeiro Secretário que procedesse a leitura da ata da Sessão Ordinária realizada em 20 de outubro de 2017, concluída a leitura, o Senhor Presidente colocou-a em discussão e votação, sendo aprovada por unanimidade. Em seguida requereu ao Plenário para que a ata da sessão itinerante realizada em 31/10/2017, fosse lida na próxima sessão, sendo aceito por todos. Prosseguindo os trabalhos da sessão o Senhor Presidente passou às mãos do Primeiro Secretário as proposituras para apresentar ao Plenário, sendo objeto do expediente do dia, a seguir: Projeto de Lei n° 026/2017, de 24 de outubro de 2017, Ementa: Institui o Dia da Gentileza, Cidadania e dá outras providências. Findo o expediente do dia. Em seguida o Senhor Presidente encaminhou o Projeto supracitado para as Comissões competentes emitirem seus pareceres. O Senhor Presidente comunicou aos seus dignos pares, que a Gerente do Bradesco de Frecheirinha foi notificada através do Ofício N°059/2017, de 24 de outubro 2017, expedido por esta Casa de Edilidade, para dá esclarecimento sobre o funcionamento do Banco, com relação ao atendimento aos clientes, nos conformes das solicitações do Vereador Luis Gonzaga Lima, e dos demais vereadores. Ato contínuo, o Senhor Presidente registrou e agradeceu a presença da Gerente do Bradesco por ter atendido o convite e deu boas vindas, em seguida convidou-a para vim a tribuna para dar seus esclarecimentos. Onde, a Gerente se apresentou e agradeceu o convite e disse que estava com DOIS MESES na Agência de Frecheirinha e que estava para prestar serviço para os Frecheirinhense, e, no momento estava à disposição dos Vereadores. Daí então, o vereador Luis Gonzaga Lima, sendo um dos solicitantes da presença da Gerente do Bradesco, se reportou sobre os clientes que esperam muito tempo na fila pelo atendimento e que são maus atendidos, que o Banco não tem um funcionário para operar o caixa eletrônico pelos aposentados e outros que não tem conhecimento, habilidade para sacar ou depositar. O Vereador Aurélio, demonstrando insatisfeito com o atendimento do Bradesco, que não é de agora, enfatizou que o Bradesco tem se lucrado somente no ultimo semestre de 2017, quase 10 bilhões de reais, observa-se que o Bradesco tem seus lucros acrescidos exorbitante, enquanto seus clientes sofrem nas filas e tendo um mau atendimento, o Bradesco tem o seu planejamento estratégico que é de longo prazo, investindo em tecnologia, segundo a gerente Sofia afirma, e o planejamento operacional que é o atendimento pessoal direto ao cliente está cada vez mais precário, o Vereador Aurélio foi direto em sua fala afirmando que o Bradesco está visando somente o aumento de sua lucratividade e desvalorizando seus clientes.  Onde tem condições de oferecer um melhor serviço aos seus clientes no contexto das reivindicações ora feitas em sessões anteriores na presença de outros Gerentes e agora na Gerência atual. O vereador frisou que não tem nada contra a Gerente Sofia, e sim contra os serviços delegado pelo Gerente Administrativo Geral do Bradesco, que não investe no aumento de caixas eletrônicos e mais funcionários para um melhor atendimento aos clientes, que uma boa parte desses clientes são pessoas idosas e que tem pouco conhecimentos tecnológico. Nesse momento, o Senhor Presidente sugeriu que cada Vereador se reportasse no contexto pautado de acordo com o desejado, que os Membros da Mesa Diretora iriam juntando as reivindicações para não serem repetitivas. Portanto, os Vereadores reivindicaram o seguinte: melhorias no atendimento no que diz respeito ao tratamento pessoal, atender mais rápido para diminuir o tempo na fila, disponibilizar os quatro caixas eletrônicos em condição de operar distintamente, disponibilizar mais funcionários para agilizarem os atendimentos, disponibilizar um funcionário para atender os clientes que não sabem operar em caixa eletrônico, ver a possibilidade de acabar com o empréstimo indesejado por parte dos clientes, fazer um planejamento operacional para não faltar dinheiro, principalmente no período de folha de pagamento das fábricas e de outras entidades. Desta forma, a Senhora Sofia Gerente do Bradesco enfatizou que o Bradesco foi à primeira Agência Bancária a implementar os avanços tecnológicos, sendo o Banco mais presente, e está com uma investidura para melhor atender a sua clientela, infelizmente os clientes não se adequaram ao novo sistema, digital e biometria, pois, são exigências do INSS. A Gerente falou que a iniciativa de criar Banco Expresso foi o Bradesco, e que a intenção foi diminuir o fluxo de clientes na Agência, pois, os comerciantes que instalasse o Bradesco Expresso iriam beneficiar a eles mesmos, pelo fato dos clientes estarem dentro do comércio, obviamente faziam suas compras. Nesse momento o vereador Maike e Marinha pediram um a parte, onde disseram que os comerciantes que tinham o Bradesco Expresso, todos foram vitima de assaltos e o Bradesco não deu condições, sanando o prejuízo. Onde a Gerente disse que o seguro é caro e a segurança pública é competência do Estado. A Senhora Sofia falou sobre a tecnologia, o Bradesco, investe milhões para melhor atender seus clientes e disse que foi criado o sistema aplicativo, e já tem clientes cadastrados para operar pelo aplicativo. Nesse momento o Vereador Aurélio pediu um aparte e disse que operar pelo aplicativo é uma atitude inovadora e que poderá ajudar bastante, porém, opcional, significa que o Bradesco pode se acomodar, não, tem que colocar funcionários para atender em outras opções, devido os idosos e aqueles que não sabem ler. O Vereador disse que ontem mesmo usando as ferramentas da tecnologia não conseguiu resolver o problema desejado. Onde a Gerente sugeriu que os idosos e outros que não sabem ler, nem escrever, fizessem procurações para uma pessoa de confiança para resolver seus problemas bancários. A Gerente reconhece que o número de funcionários é insuficiente, pelo fato dos clientes não se adequarem ao sistema tecnológico de nova geração, mas, o Bradesco está providenciando mecanismo para melhor atender os clientes, a mesma explicou como funciona a biometria, ela não ler a impressão digital e sim o sangue nas veias do pulso. A Senhora Sofia disse que o Bradesco está com uma proposta boa para os comerciantes abrirem o Bradesco Expresso, a qual afirma que vai melhorar o atendimento em todos os aspectos. A Gerente disse que a violência está generalizada, e, Frecheirinha não é o pior lugar para se morar, porém, temos que dar continuidade com nossas atividades, não podemos parar, temos que vencer o mal. Diante da sua explicitação a Gerente prometeu de levar as reivindicações da Câmara de Vereadores de Frecheirinha, ao conhecimento do seu superior. A qual agradeceu o convite e se colocou a disposição de todos. Por fim, a título de informação, o Senhor Presidente comunicou ao Plenário e aos presentes que a Prefeitura na pessoa do Prefeito Carleone Júnior, contratou um caminhão muk, para prestar serviço à comunidade Frecheirinhense na manutenção, reparos e renovação da iluminação pública em alguns pontos da cidade, e acrescentou que a Prefeitura demonstrou através de extrato, que arrecadou até então, com a CIP – Contribuição de Iluminação Pública, R$: 91.426,99 (noventa e um mil quatrocentos e vinte e seis reais e noventa e nove centavos) e que este valor será aplicado ainda no mês de novembro, com reparos e reformas no parque de iluminação pública de Frecheirinha. Não havendo mais nada a tratar, o Senhor Presidente em nome de Deus encerrou os trabalhos da Sessão. Em seguida, o Presidente pediu ao Primeiro Secretário que lavrasse a ata e após lida colocasse ao plenário para apreciação e votação, e sendo achada conforme em conformidade com o Regimento Interno desta Casa Legislativa vai assinada pelo Secretário e pelo Presidente. Paço da Câmara Municipal de Frecheirinha em 03 de novembro de 2017.